segunda-feira, 24 de maio de 2010

Comunicação eficiente



A palavra "mas" usada de maneira inconsciente e automática, pode ser uma das mais destrutivas palavras de nossa língua. Se alguém diz: "É verdade, mas...", o que está ele dizendo? Está dizendo que não é verdade, ou que é irrelevante. A palavra "mas" negou tudo que foi dito antes. Como você se sente se alguém lhe diz que concorda com você, mas...?

Se você disser: "É verdade, e aqui está outra coisa que também é verdade"? ou "é uma idéia interessante, e aqui está outra maneira de pensar sobre isso". Em ambos os casos, você começa concordando e em vez de criar resistência, você criou uma avenida de redireção.

Assim como há frases e palavras que automaticamente acionam sensações ou estados de resistência, há também meios de se comunicar que tornam as pessoas envolvidas e abertas.

Extraído do livro "Poder sem limites", da autoria de Anthony Robbins, publicado pela Editora Best Seller

2 comentários:

Emília disse...

Oi menina!
Estive ausente, pois estava em Maceió,onde fui passar uns dias com a filha e o neto.
Muito inetressante o texto sobre a palavra "mas".Vou policiar quanto ao uso da mesma.
Obrigada pela informação.Ótimo feriado.
Emília

Valquiria Rita Geraldini disse...

Olá, Emília!
Tudo bem!
Que coisa boa, dizem que Maceió é um lugar lindo!
Um ótimo feriado para você também!
Beijos