terça-feira, 22 de novembro de 2011

Paz: plante esta semente!

Tal como são nossos pensamentos é nossa consciência e tal como é nossa consciência é nossa vida. Se plantarmos uma semente de pensamento limpo e positivo e nos concentrarmos nele, damos a ele energia tal como o sol dá energia para uma semente na terra. E tal como a semente na terra acorda move-se e começa a crescer, os pensamentos nos quais nos concentramos acordam, movem-se e começam a crescer. Então, vamos semear pensamentos positivos. A cada manhã, antes de começarmos a jornada de nosso dia, sentemo-nos em silêncio e semeemos a semente da paz. Paz é harmonia e equilíbrio. Paz é liberdade - liberdade do peso da negatividade e do desperdício. Deixemos que a paz encontre sua morada dentro de nós. A paz é a nossa força original, nossa eterna tranquilidade de ser. Permita que seu primeiro pensamento do dia seja de paz. Plante essa semente. Regue-a com atenção e você atingirá a calma.
Antony Strano, Descobrindo a Espiritualidade

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Dica de livro




Mais um feriado chuvoso em São Paulo! Tempo ideal para colocar as leituras em dia, assistir filme comendo pipoca, ir para a cozinha fazer uma sobremesa gostosa... Aproveitei a tranquilidade deste feriado para terminar de ler o livro A linguagem das flores da autoria de Vanessa Diffenbaugh e publicado pela Editora Arqueiro. Para quem me conhece, sabe que sou viciada em livros. Leio muito mas confesso que este foi o melhor que li em 2011. A linguagem das flores é o tipo de livro que você não consegue largar o que torna uma leitura rápida apesar das 295 páginas. Trata-se de uma história de amor - entre mãe e filha, entre homem e mulher e, sobretudo, de amor próprio. Recomendo!

domingo, 6 de novembro de 2011

Como funcionam as essências florais



Muitas pessoas quando tomam florais pela primeira vez acham que as essências vão funcionar entorpecendo as emoções, ou seja, acham que vão anestesiar os sentimentos e por isso vão parar de sofrer. Não é assim que os florais funcionam. Eles acordam em nosso interior qualidades que estavam dormentes, que não sabíamos como acessar e quando tomamos posse dessas virtudes aquilo que em nossas personalidades nos faziam sofrer perdem a sua força, diminuem, se modificam na presença do bem que surge em nós. O uso dos florais auxilia a pessoa a ganhar uma visão mais ampla do panorama interno conseguindo escolher usar outros recursos emocionais e mentais para lidar com a situação de desafio da vida. Assim quando algo desafiador surge ao invés de se deprimir acessa-se força interior para lutar, para se manter forte, para encontrar saídas.