segunda-feira, 15 de abril de 2013

É preciso ser forte!


"Quando a dor é maior do que o peito e o caminho termina antes de se chegar ao destino, há que se usar um engenho, de maneira tal que a extensão da dor complemente a falta de caminho. E, então, caminhar, caminhar, caminhar... " Esses versos do poeta mineiro Gildes Bezerra falam ao coração de forma tão simples, que nos fazem refletir sobre o que estamos fazendo para criar a engenhoca em questão. Sim, é preciso ler mais de uma vez para entender... No fundo é um conselho singelo de quem usa as palavras em cadência para dizer que, por mais difícil que seja a fase ou a crise que se atravessa, é necessário ter força e continuar. Mais do que isso, a magia aqui é criar o próprio caminho quando não conseguimos nem mesmo enxergar a estrada. É ninguém falou que é fácil. Quando agimos com coragem, nosso coração nos presenteia com a capacidade de ir em frente. Sendo assim conseguimos manter viva a esperança, esse sentimento tão animador e confortante. Com pequenas porções de boa vontade, pitadas de alegria e desejos de mudanças, é possível mover o mundo e encontrar lindas paisagens no trajeto (que terá curvas sinuosas, não tenha dúvidas, pois os lugares mais belos são aqueles difíceis de se chegar). Aí então podemos perceber nitidamente que boa parte da caminhada foi cumprida e o mais importante que valeu a pena. Sabe por quê? Pelo simples fato de não termos entregado os pontos, isso nos deixa mais fortes.

Fonte: Revista Estilo Natural, ano 5, número 53, página 04

3 comentários:

emília, disse...

Como vai, minha amiga? Andei sumida pois o mundo dos blogs, depois de 6 anos, me cansou um pouco...Voltei mas sem aquela obrigação de ter que sair visitando tudo e todos.Voltei porque escrever, ou mesmo na maioria das vezes,transcrevo textos que me fazem refletir.Estou visitando algumas pessoas, que realmente me tocaram e tenho saudade. Um abraço e tudo de bom!

emília, disse...

Como vai, menina? Andei sumida, porque depois de 6 anos no mundo dos blogs me senti sem motivação e cansada da mesmice.
Mas, voltei pois senti falta de escrever ou mesmo transcrever textos de autores que me fazem refletir.Estou visitando algumas pessoas que realmente me tocaram e por esse motivo ainda lembro e sinto saudade.Um beijo e tudo de bom.

Valquiria Rita Geraldini disse...

Olá, Emília!!! Que bom ter notícias!!! Um grande beijo para você!!!